Varizes: o que são e por quais razões aparecem

Depois de um longo dia cumprindo diversas tarefas em pé ou andando você sente as suas pernas arderem? Seus pés e tornozelos ficam inchados e algumas veias ficam ressaltadas e coçam? Saiba que o problema pode ser varizes.

Elas são veias tortuosas, dilatadas e deformadas que aparecem nas pernas. São mais comuns entre as mulheres, e em 80% dos casos suas causas são genéticas.

E hoje vamos falar sobre esse problema incômodo e dolorido, trazendo informações importantes para você saber mais sobre esse tema. Continue lendo!

VEJA TAMBÉM NOSSOS EBOOKS:
Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?
Guia completo para emagrecer com saúde
Guia das vitaminas e minerais
Guia prático sobre vacinação
Guia prático para ter uma gravidez tranquila e saudável 

O que são as varizes e como elas surgem?

Segundo estimativa da OMS cerca de 30% da população mundial possui varizes, sendo que desses, 70% são mulheres e 30% homens. Ou seja, o desenvolvimento de veias estufadas e de cor azul-arroxeada nas pernas atinge ambos os sexos.

Essas deformidades venais não afetam apenas a aparência das pernas. Elas podem causar dor, desconforto e até complicações maiores, como vamos explicar mais a frente.

As varizes surgem porque as veias das pernas levam o sangue de volta ao coração depois de ele ter irrigado os membros inferiores. Elas possuem válvulas que funcionam como represas e têm a função de não deixar o sangue escorrer para os pés, com a força da gravidade.

Quando essas válvulas não funcionam direito, o sangue fica parado, empoçado. É essa condição que promove a deformação das veias e o inchaço nas pernas e nos pés, acompanhado de dores e coceira na pele.

A maior parcela dos casos está relacionada com fatores genéticos. Mas quem tem mais predisposição ao aparecimento das varizes são as pessoas que precisam ficar muito tempo de pé.

Nas mulheres, a menstruação e a gravidez são situações que normalmente fazem as varizes piorarem.

Fatores de risco para o surgimento de varizes

Apesar de muitos casos se relacionarem à genética, nem todas as pessoas que têm essa predisposição desenvolverão as varizes. Alguns fatores aumentam as chances de o problema surgir ou podem preveni-lo.

Ser mulher e ter mais de 60 anos são 2 fatores que causam as varizes, mas elas também podem se manifestar se você:

  • apresentar alterações hormonais (gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais ou reposição hormonal);
  • tiver um estilo de vida sedentário;
  • estiver acima do peso ou com obesidade;
  • tiver alguma ocupação que exige grande esforço ou ficar longos períodos de pé ou sentado;
  • praticar exercícios físicos muito intensos, como levantamento de pesos além do recomendado em função do seu peso;
  • apresentar trombose venosa;
  • usar sapato com salto alto frequentemente.

Principais sintomas das varizes

Os sintomas mais comuns que se manifestam em pessoas com varizes são:

  • dor, ardência ou sensação de peso nas pernas, mais intensamente no fim do dia;
  • inchaço nos pés e tornozelos;
  • coceira na pele, sobre uma veia inchada.

Além desses há outros sintomas mais graves relacionados às varizes, que merecem atenção especial. São eles:

  • acúmulo de líquido nas pernas, acompanhado de inchaço;
  • inchaço e dor intensa na panturrilha depois de ficar em pé ou sentado por muito tempo;
  • mudanças de cor na pele dos tornozelos e das pernas, que costumam ganhar um tom arroxeado;
  • pele seca e com aparência de esticada.

Quando as varizes se tornam um problema?

Diversas pessoas que possuem varizes convivem com elas durante anos antes de buscarem tratamento médico. E quando o problema não causa dores ou desconfortos para o paciente, o maior problema se torna estético.

É comum as mulheres deixarem de usar peças de roupa que deixem as pernas à mostra por vergonha das veias saltadas. Mas, em alguns casos, as varizes não são muito evidentes. Elas podem ser veias minúsculas e quase imperceptíveis. Mesmo assim, há o risco de o problema se tornar mais sério, e de toda forma precisa de cuidados.

Os estágios que exigem mais atenção são aqueles quando as varizes apresentam um aspecto muito inchado, ou quando os sintomas interferem na qualidade de vida da paciente.

Uma dor que impede de cumprir as tarefas do dia a dia, a ardência que só passa quando as pernas estão em repouso e a formação de grandes edemas são alguns sintomas incapacitantes.

E os eczemas — quando a pele fica vermelha, escamosa e coçando — são outra complicação que as varizes podem causar. Além de afetarem a aparência da pele causam esses sintomas incômodos.

Mas independentemente de o problema ser estético ou se estiver afetando a qualidade de vida, saúde e produtividade da pessoa, o tratamento deve ser buscado o quanto antes com um especialista.

Tratamentos para varizes

Há algum tempo o único tratamento disponível para as varizes era a cirurgia. O procedimento tinha uma recuperação complicada e exigia que o paciente ficasse afastado de suas atividades normais por vários dias.

Atualmente há outras opções além da retirada cirúrgica das veias comprometidas. Existem drogas que necrosam esses vasos sanguíneos comprometidos, e dessa forma, não há mais condução de sangue neles, o que evita que ele fique empoçado nas veias.

O tratamento com essas drogas, entretanto, só é indicado para pacientes que têm varizes superficiais. Para quem já tem varizes maiores — ou para aquelas localizadas em veias profundas — a recomendação continua sendo a cirurgia.

No entanto, o procedimento invasivo também se modernizou. Com os avanços da medicina, reduziu-se o tempo durante a cirurgia e a recuperação também ficou mais rápida.

Normalmente, o repouso que os pacientes devem seguir é de 15 dias. Depois disso, é possível começar a fazer caminhadas leves. Essa atividade, aliás, é indicada para todos os pacientes, independentemente do tratamento escolhido, pois previne a formação de novas dilatações e estimula a circulação do sangue.

Como prevenir as varizes?

Como as varizes estão comumente relacionadas ao histórico familiar, pode ser preciso um pouco mais de atenção para evitar que elas apareçam. Mas tomando alguns cuidados você pode inibi-las ou retardar o seu surgimento, e ainda prevenir o agravamento do quadro.

A primeira recomendação fundamental é a adoção de um estilo de vida saudável. Uma dieta balanceada, rica em alimentos naturais e nutritivos, como cereais integrais, verduras e frutas, e pobre em gorduras saturadas, sódio e industrializados é o primeiro passo para o controle da obesidade — um dos fatores de risco para as varizes.

A dieta balanceada também pode favorecer o funcionamento do organismo, contribuir para a circulação sanguínea e ainda ativar o metabolismo e o sistema linfático.

Outro fator — que caminha lado a lado com a dieta — é a prática de atividades físicas. Para evitar as varizes, atividades que estimulam o sistema circulatório, como caminhadas, corrida e aeróbica, são fundamentais. Mesmo se você não tiver tempo para uma academia, procure movimentar o corpo e fazer o sangue circular.

Você pode explorar atividades do dia a dia também, como ir à padaria a pé, deixar o carro no estacionamento para almoçar ou subir os andares do prédio de escada.

Veja outras medidas para prevenir o surgimento das varizes:

  • evite o uso do tabaco, porque as veias das pernas também sofrem com as toxinas presentes neles;
  • evite se expor ao calor por longos períodos, porque que as altas temperaturas elevam o risco de varizes;
  • converse com seu ginecologista sobre alternativas à pílula anticoncepcional. Se estiver na menopausa, peça para que ele analise se a reposição hormonal é realmente necessária;
  • exercite as panturrilhas. Esses músculos são como um “segundo coração” e têm um papel fundamental na circulação sanguínea.

As varizes são um problema incômodo, tanto na questão bem-estar como para a estética. Exigem atenção para que o quadro não se agrave e o tratamento seja mais ameno, por isso, ao primeiro sinal desse problema, procure um especialista, e ainda previna-se seguindo as dicas que deixamos neste artigo.

Você já sentiu dores e cansaço nas pernas? Também já notou veias salientes e aparentes? Conte para a gente deixando seu comentário.

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *