Treinamento funcional ajuda a emagrecer?

O treinamento funcional tem se tornado uma verdadeira febre nas academias de todo o país. O exercício mais ágil e intenso garante uma melhora excepcional no condicionamento físico, torneando a musculatura e fazendo com que as pessoas ganhem mais qualidade de vida.

Contudo, uma das maiores perguntas a respeito dessa metodologia é: consigo emagrecer?

A resposta você vai descobrir logo abaixo! Continue lendo!

VEJA TAMBÉM NOSSOS EBOOKS GRATUITOS:
Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?
Guia completo para emagrecer com saúde
Guia das vitaminas e minerais
Guia prático sobre vacinação
Guia prático para ter uma gravidez tranquila e saudável 

Como nós emagrecemos?

Antes de falarmos se é possível ou não emagrecer com o treinamento funcional, devemos dar uma breve aula sobre como conseguimos perder peso.

Em geral, o emagrecimento ocorre quando gastamos mais energia do que consumimos por meio da nossa alimentação. Quando esse gasto extra de energia acontece, o nosso corpo é obrigado a utilizar a gordura corporal como combustível para realizar todas as atividades diárias (incluindo todas as funções metabólicas).

Uma vez que a gordura corporal é utilizada, começamos a observar a perda de peso e, também, passamos a notar a mudança estética decorrente de todo esse processo.

Portanto, qualquer atividade diária que aumente o gasto calórico pode contribuir para o seu emagrecimento e o aumento da sua qualidade de vida. Caminhada, nataçãomusculação, futebol e os mais variados esportes são excelentes maneiras de começar a sua jornada rumo ao corpo ideal.

E, é claro, não podemos deixar de mencionar que o treinamento funcional definitivamente ajuda a emagrecer, principalmente se for realizado de maneira regular pelo praticante.

Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?

Como o treinamento funcional é realizado? 

Agora que você já sabe como acontece o emagrecimento e já tem a certeza de que o treinamento funcional pode ajudá-lo a perder aqueles quilinhos extras, vamos abordar um pouco sobre como é realizada essa metodologia de treino.

Nessa metodologia, são combinados exercícios físicos que visam trabalhar toda a musculatura do seu corpo. Pernas, abdômen e peitoral são apenas alguns dos músculos que são evidenciados durante o treinamento.

Além dos exercícios focados no desenvolvimento muscular, também há uma atenção no equilíbrio e na flexibilidade: duas áreas que são comumente esquecidas pelos treinos tradicionais e que são importantíssimas para a sua saúde — principalmente para as pessoas de idade mais avançada.

Corridas e alguns exercícios aeróbicos também podem ser incluídos no seu treinamento para que todo o corpo seja trabalhado de forma efetiva, gerando excelentes benefícios para a sua saúde (como aumento de energia e disposição) e para a sua queima de gordura.

Quantas calorias são gastas em um treino?

A quantidade de calorias gastas em um treino pode variar de acordo com cada indivíduo. Isso vai depender do peso, altura e idade da pessoa, para que seja possível estipular um número exato.

Todavia, é possível afirmar que, em média, são gastas cerca de 500 calorias por treino, que normalmente tem duração de 30 minutos apenas. Tal quantidade é um excelente número para todas aquelas pessoas que buscam emagrecer.

Levando em consideração que, para perder 1 quilo de gordura, nós temos que queimar cerca de 7 mil calorias, é possível perder, pelo menos, 1 quilo por mês sem modificar a sua alimentação. Isso vale para as pessoas que fazem o treinamento funcional de 3 a 4 vezes na semana. Não se esqueça de que a estimativa de 500 calorias é uma média — algumas pessoas conseguem queimar até mais do que esse número.

Porém, informamos que o ideal é que também sejam realizadas boas escolhas alimentares ao longo desse período. Uma dieta balanceada não só é muito importante para a otimização do seu emagrecimento, como também garantirá que você tenha energia suficiente para conseguir se exercitar regularmente.

A alimentação deve ser levada com a mesma seriedade do seu treinamento e, por essa razão, é fundamental que você tenha um cuidado extra com as suas escolhas.

Qual é a diferença entre o treinamento funcional e a musculação?

A musculação é uma metodologia de treino que objetiva, na maioria dos casos, somente o ganho de massa muscular. A flexibilidade e os exercícios cardiovasculares tendem a ficar esquecidos pela maioria dos praticantes desse tipo de treino.

Além dessa diferença, o treino de musculação é considerado monótono e de longa duração pela maioria das pessoas que não gosta de se exercitar. Normalmente, ele pode ultrapassar facilmente uma hora de duração — tempo que muitas pessoas não possuem à disposição nos dias de hoje.

Já o treinamento funcional é um treino curto de alta intensidade, que busca, prioritariamente, o desenvolvimento integral da sua musculatura e da sua performance física. Esse é, definitivamente, o seu maior atrativo.

Entretanto, devemos ressaltar que ambas as atividades podem trazer benefícios para sua saúde e, por muitas vezes, a escolha de uma delas deve estar pautada na identificação e adaptação de cada indivíduo.

Quais são os maiores benefícios?

Agora que já estamos no fim do nosso texto, vamos listar alguns dos maiores benefícios que o praticante do treinamento funcional pode ter. Lembramos, mais uma vez, que eles são atingidos com a prática regular dessa atividade física.

Veja abaixo os benefícios principais:

  • aumento da flexibilidade;

  • aumento do equilíbrio;

  • melhora na postura;

  • melhora no condicionamento físico;

  • tônus muscular;

  • redução da dor nas costas (em alguns casos ela é até mesmo eliminada);

  • aumento de energia para enfrentar o dia a dia;

  • indução à queima de gordura.

Como você pode ver, as vantagens são muitas e não param por aí. A diminuição do estresse e da ansiedade também fazem parte dessa lista que continua a crescer conforme mais estudos científicos são realizados.

Qualquer pessoa pode realizar o treinamento funcional. Não existe idade e não é necessário ser praticante de nenhuma outra atividade física para participar das aulas.

A única ressalva evidente que deve ser feita é em relação à necessidade do aval médico, indispensável para a prática segura de qualquer atividade física. Portanto, se você estiver com sua saúde em dia, pode começar hoje mesmo a aproveitar todos os benefícios listados acima!

Este foi o nosso artigo de hoje sobre treinamento funcional! Gostou? Fique de olho nas nossas redes sociais para ter acesso a mais conteúdos. Estamos no Facebook, Instagram e Twitter!

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

2 Comentários

    1. Blog BEM SAUDÁVEL

      Oi Murilo, tudo bem?
      Obrigada pelo apoio 😉 Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades do blog!
      Abraços,
      Equipe Blog Bem Saudável

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *