Quando é preciso consultar com um fisioterapeuta?

É bastante comum negligenciarmos dores corporais por serem frequentes ou decorrentes de alguma atividade do nosso dia a dia. Porém, essa negligência pode trazer graves consequências para a saúde do corpo ou tornar crônicos alguns casos que inicialmente teriam um tratamento simples.

O fisioterapeuta é o profissional de saúde que lida com a recuperação terapêutica de enfermidades relacionadas ao movimento do corpo humano. Embora muitas vezes o diagnóstico e tratamento inicial tenha que ser feito por um médico, em muitos traumas somente o fisioterapeuta poderá oferecer a recuperação mais adequada e eficaz.

Mas quando é preciso consultar com um fisioterapeuta? Separamos abaixo as principais informações sobre quando é necessária a intervenção desse profissional, tanto num sentido terapêutico como de prevenção. Confira a seguir e saiba tudo sobre o assunto!

Dores articulares

As dores articulares são excelentes exemplos de situações onde procurar um fisioterapeuta pode ser muito eficaz. Esse profissional possui toda a perícia necessária para realizar um diagnóstico funcional da lesão que ocasionou a dor, assim como para determinar a melhor conduta terapêutica para o fortalecimento e consequente melhora do paciente.

Dentre as dores relacionadas às articulações mais comuns de serem tratadas por meio da fisioterapia, podemos citar as bursites. As chamadas bursas consistem em bolsas repletas de líquido que estão presentes em articulações como ombro e joelho, e têm a função de proteção dessas estruturas contra impactos mecânicos.

Podemos identificar as bursites a partir das dores durante a movimentação de articulações, como o joelho e ombro, inchaço e vermelhidão no local, ou mesmo uma certa rigidez ao tentarmos movimentar a articulação afetada.

A compressão e consequente inflamação dessas bursas pode gerar bastante dor durante a movimentação dessas articulações e, por isso, o auxílio de um fisioterapeuta se faz necessário. A identificação da razão pela qual ocorreu o processo inflamatório das bursas permite ao fisioterapeuta realizar um tratamento adequado para a melhor recuperação da articulação afetada.

Lesões musculares

As lesões musculares também são excelentes motivos para procurarmos um profissional da fisioterapia. É bastante comum que, em função de um ambiente de trabalho inadequado ou mesmo pela prática incorreta de atividades físicas, acabemos forçando algum músculo ou grupo muscular, o que pode acabar se tornando uma lesão mais grave.

A partir de uma avaliação física, o fisioterapeuta é capaz de identificar qual tipo de movimentação incorreta está relacionada com a ocorrência da lesão. Posteriormente, será feito um fortalecimento gradativo do músculo lesado, assim como dos outros músculos e estruturas acessórias que impedirão que a lesão ocorra novamente.

Vale ressaltar que, embora muitas vezes uma medicação anti-inflamatória seja capaz de acabar com a dor desencadeada por uma lesão muscular, na maioria das vezes essa não será uma solução eficaz a longo prazo. Isso porque as estruturas ósseas, ligamentares e musculares  relacionadas à movimentação que causou a lesão estão enfraquecidas e as chances de a lesão ocorrer novamente são extremamente altas. 

Assim, vale a pena recorrer a um fisioterapeuta competente após o diagnóstico de uma lesão muscular.

Recuperação de procedimentos cirúrgicos

Na grande maioria das vezes, o início imediato da fisioterapia após procedimentos cirúrgicos de ortopedia é fundamental para a recuperação do paciente. É bastante comum imaginarmos que deve-se fazer repouso absoluto após cirurgias ortopédicas, mas nem sempre é assim.

Um procedimento cirúrgico é algo invasivo para o organismo humano, o que desencadeia uma série de reações metabólicas para proteção e a devida cicatrização durante a intervenção. Dessa forma, essas reações de reparo acontecem ininterruptamente após a cirurgia, o que pode limitar a amplitude de movimentação de uma articulação operada, por exemplo.

Dessa forma, é extremamente importante procurar imediatamente a orientação de um fisioterapeuta após a realização de uma cirurgia ortopédica. Quanto mais rápido se der o início das sessões de fisioterapia maiores serão as chances de se retornar à funcionalidade do membro operado.

Reabilitação esportiva

A prática esportiva pode ser apontada como uma das principais causas de lesões e uma das principais demandas dos profissionais da fisioterapia. A constante cobrança por resultados no meio esportivo é muitas vezes a razão para que muitos atletas se esforcem de maneira brutal para a aquisição de resultados. Entretanto, essa conduta massante pode sobrecarregar as estruturas do sistema músculo esquelético do corpo, resultando, então, numa lesão.

Assim, atletas profissionais ou amadores que passaram por alguma lesão em decorrência da prática esportiva devem procurar um fisioterapeuta especializado na área para o início de um tratamento de recuperação. É bastante comum que muitos desses atletas profissionais já sejam acompanhados por um fisioterapeuta, de modo que o fortalecimento das estruturas com maior demanda de movimentação física seja feita de forma rotineira, num sentido de prevenção de lesões.

Enfermidades que acometem os ossos

Existem muitas enfermidades ósseas que demandam a atenção de um fisioterapeuta durante o seu tratamento. Em casos de enfraquecimento, é fundamental que haja uma manutenção da estrutura muscular e ligamentar, tanto num sentido de conservação da movimentação, como na própria proteção do osso fragilizado.

Um dos grandes exemplos de doenças relacionadas ao enfraquecimento dos ossos é a osteoporose. Essa enfermidade prejudica os mecanismos de deposição de cálcio na matriz óssea, o que acaba enfraquecendo-a progressivamente. 

Embora seja comum em idades avançadas e principalmente em mulheres, a osteoporose pode aparecer de maneira silenciosa, manifestando-se inicialmente com uma dor nas costas, podendo evoluir até mesmo para fraturas.

Por meio do tratamento oferecido pelo fisioterapeuta, é possível obter grandes melhoras na qualidade de vida do paciente, mesmo em casos onde a osteoporose não será reversível. O fortalecimento será feito de acordo com as necessidades aplicadas ao estilo de vida do paciente, visando o estabelecimento de um estado de funcionalidade, o que é muito importante sobretudo em pacientes mais idosos.

Dessa forma, após o diagnóstico de doenças, como a osteoporose, a procura por um profissional da fisioterapia pode se mostrar bastante eficaz para a melhoria da condição do paciente, assim como na prevenção das consequências induzidas pela doença.

A importância da fisioterapia

Assim como as demais áreas de profissionais da saúde, a fisioterapia tem grande importância em sua área de atuação, e não pode ser substituída pela ação de nenhum outro tipo de profissional. Por isso, é importante nunca negligenciar a importância desse especialista em reabilitação e prevenção.

Gostou de saber mais sobre quando procurar um fisioterapeuta? Siga nossos perfis nas redes sociais — estamos no Facebook, no Instagram e no Twitter — para mais informações como essas!

 

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *