Exercícios aeróbicos: para que servem e quais são os benefícios

Manter a saúde sempre boa dá trabalho, requer força de vontade, disciplina e também certos cuidados, principalmente com a sua alimentação diária. Além disso, é preciso saber qual atividade física vai trazer os benefícios esperados. Se você é uma pessoa estressada e com baixa autoestima, por exemplo, deve realizar exercícios aeróbicos. E é sobre eles que vamos falar agora!

Explicaremos o que são os exercícios aeróbicos, para que servem, seus benefícios, como podem ser praticados e o que acontece com o seu corpo ao realizar tais atividades. Quer conhecer mais sobre eles? Então confira!

VEJA TAMBÉM NOSSOS EBOOKS GRATUITOS:
Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?
Guia completo para emagrecer com saúde
Guia das vitaminas e minerais
Guia prático sobre vacinação
Guia prático para ter uma gravidez tranquila e saudável 

O que são exercícios aeróbicos e o que eles provocam no corpo?

A princípio, vamos entender do que se tratam as atividades aeróbicas. São aqueles exercícios físicos que fazem os batimentos cardíacos acelerarem, fazendo com que o sangue circule em maior velocidade pelas veias e artérias do corpo humano.

Os exercícios aeróbicos exigem da pessoa uma respiração mais forte, movimentando os grupos musculares regularmente. Eles aumentam a força corporal e potencializam o consumo de energia de todo o corpo.

Quais são as principais atividades aeróbicas?

Ginástica aeróbica

O exercício aeróbico foi objeto de pesquisa do Dr. Kenneth Cooper, durante as décadas de 60 e 70, nos Estados Unidos. Quando chegou ao Brasil, a partir de 1980, teve rápida adesão nas academias — mas também é algo que pode ser realizado em casa.

Uma aula pode ter exercícios de baixa e/ou alta intensidade, mas eles não podem ser feitos de qualquer maneira: devem ser alternados, para que os músculos e ossos não sofram muito com o esforço exagerado. São exemplos de ginástica aeróbica:

  • elevação de joelhos: nessa atividade, a pessoa deve levantar os joelhos alternadamente, em uma angulação de 90º;
  • step-touch: um passo para o lado, um passo para o outro. As pernas devem estar abertas, assim como os braços. Mesma coisa quando fechados;
  • polichinelo: exercício baseado em saltar de forma repetida com braços e pernas — alternadamente — abertos e fechados;
  • marcha estacionária: nessa atividade, a pessoa deve marchar parada no local onde está.

Caminhada

Agora vamos falar da caminhada. Ela é recomendável para pessoas de qualquer idade, pois pode ser realizada em qualquer lugar — na intensidade e no tempo de cada um. No entanto, tem suas recomendações: precisa ser feita em postura ereta e a pessoa deve usar roupas leves e tênis confortáveis para não causar problemas nos pés.

Corrida

A corrida também é um dos exercícios aeróbicos bastante recomendáveis. Ela pode ser realizada por meio de vários métodos, mas é preciso ter um condicionamento físico mais preparado. Isso porque a exigência é maior do que uma simples caminhada e o corpo poderá não aguentar o ritmo por muito tempo.

Além disso, com calçados inadequados ou sem a postura correta, você pode colocar uma pressão muito grande sobre os joelhos, o que refletirá em um desgaste da cartilagem dessa articulação.

Ciclismo

O ciclismo também aparece como uma ótima maneira de praticar exercícios aeróbicos. Assim como na caminhada, a pessoa pode pedalar de acordo com a sua capacidade e tempo, escolhendo começar aos poucos e progredir conforme pegar o ritmo.

E, assim como a caminhada, o ciclista deve se preocupar com a postura, que deve ser ereta e o abdômen contraído. Para tanto, o banco deve estar posicionado na altura da extensão das pernas, ou seja, as pernas quase totalmente esticadas quando o pedal estiver na posição mais baixa.

Natação

Por fim, a natação é outra atividade indicada para qualquer pessoa. Ela desenvolve as resistências muscular e cardiorrespiratória, melhorando a estrutura física de quem pratica. É um esporte que também exige demais do corpo, pois obriga a movimentação dos músculos dos braços, pernas, costas e abdômen ao mesmo tempo.

É importante fazer uma avaliação médica?

Para começar a praticar exercícios aeróbicos, é importante buscar um médico confiável para avaliar as suas condições físicas. A pessoa deve conhecer as suas limitações e, a partir daí, usar as atividades para benefício próprio, em vez de se prejudicar com esforço excessivo, que pode causar lesões ou até problemas mais graves na saúde.

Geralmente, é necessário somente uma consulta com uma entrevista médica completa, colhendo seu histórico de vida, as suas doenças anteriores e atuais, seus sintomas presentes e passados, medicações em uso, sua alimentação, seu histórico familiar etc. Além disso, o médico vai fazer um exame físico completo em consultório, que incluirá medidas de peso, altura, IMC, frequência cardíaca e respiratória, pressão arterial, além da flexibilidade e sensibilidade muscular e articular.

Caso constate a possibilidade de alguma doença, ele pode pedir exames complementares, como:

  • pressão arterial;
  • colesterol total e fracionado (HDL e LDL);
  • glicose;
  • triglicerídeos;
  • radiografia de tórax;
  • densitometria óssea,
  • ultrassonografia arterial (principalmente para quem já fumou) etc.

Além disso, o médico poderá abordar alguns assuntos, como:

  • cansaço excessivo;
  • Hipertensão;
  • obesidade;
  • Diabetes;
  • consumo de bebidas alcoólicas;
  • uso de medicamentos;
  • depressão;
  • vacinas;
  • osteoporose;
  • doenças sexualmente transmissíveis, como a Hepatite e o HIV.

Como ter uma alimentação balanceada?

Para sustentar o corpo durante as atividades físicas, é importante ter uma refeição balanceada, nem que a pessoa precise reeducar seus hábitos alimentares. Então, aqui vão algumas dicas que vão ajudar você a saber o que comer!

A alimentação é dividida em duas partes: pré-treino e pós-treino. Antes do treinamento, é importante consumir nutrientes que permitam o corpo se manter forte durante a atividade física. Além disso, serve para prevenir a queda de açúcar na corrente sanguínea, evitar a fome e a desidratação, além de fornecer energia para a atividade.

É recomendável, portanto, fazer uma refeição grande, como café da manhã ou almoço, de preferência de 2 a 4 horas antes de começar os exercícios aeróbicos. Uma boa sugestão é ingerir alimentos com baixo índice glicêmico e/ou uma proteína de baixo teor de gordura. Um prato com arroz integral e frango bem grelhado vai bem nessas horas.

Já a alimentação pós-treino é fundamental para recuperar a energia que foi empregada na atividade física. Ela deve ser feita, de preferência, em até meia hora após o exercício. O motivo é bem simples: não perder muita massa magra. Para isso, a refeição deve conter alimentos com alto índice glicêmico, podendo combinar com fontes ricas em proteínas.

Quais são os benefícios dos exercícios aeróbicos?

Aqui vai uma lista de benefícios que as atividades aeróbicas podem trazer às pessoas — se realizadas corretamente:

  • redução de estresse;
  • coordenação motora melhorada;
  • recuperação e aumento da autoestima;
  • capacidade de socialização aumentada;
  • controle da pressão arterial;
  • redução no índice de gordura na corrente sanguínea;
  • melhorias na saúde do coração;
  • aumento do metabolismo;
  • maior capacidade regenerativa;
  • quadro de hormônios melhorado;
  • musculatura desenvolvida, entre outros.

Curtiu as dicas sobre exercícios aeróbicos? Se você quiser ficar por dentro de mais informações sobre como ter energia para o dia a dia, confira o nosso artigo com os 8 alimentos que dão energia e aumentam a disposição!. Bom treino e boa saúde para você!

 

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *