Dores no peito: o que pode ser?

Quando sentimos dores no peito, logo pensamos no coração, não é mesmo? Porém, nem sempre esse sintoma tem a ver com problemas cardíacos. A dor no peito pode ter origem no sistema digestivo, respiratório, apresentar causas musculares ou ter fundo psicossomático, proveniente do transtorno de ansiedade ou síndrome do pânico.

Por essas razões, as dores no peito não podem ser ignoradas. Entretanto, para que você entenda um pouco sobre suas causas, preparamos o post de hoje. Aqui você aprenderá tudo sobre o assunto.

Ficou interessado? Então acompanhe a leitura do nosso post!

O que fazer quando sentir dores no peito?

Antes de você procurar ajuda médica é preciso avaliar a intensidade da dor, sua localização e se ela vem acompanhada de outros sintomas. Assim que você observar as características da dor, procure um médico imediatamente.

As dores no peito podem ser sintomas de problemas mais graves e por isso não devem ser ignoradas.

Quais são as causas?

1. Problemas Cardíacos

É comum que as dores no peito sejam provocadas por problemas no coração. As pessoas acima dos 40 anos precisam ficar atentas a esse sintoma, pois elas são as que têm mais tendência de desenvolverem doenças cardíacas.

Entretanto, essas doenças também podem afetar as pessoas mais jovens. Por isso, em todo o caso, você deve observar essa dor que pode ser característica dos seguintes problemas:

1.1 Infarto

O infarto é o bloqueio da passagem de sangue e oxigênio para o músculo do coração. Esse é um problema grave e que pode levar o indivíduo a morte.

Além da dor que é semelhante a um aperto no peito, a pessoa costuma sentir cansaço e ter suor excessivo, náuseas, vômito, palidez, tontura e falta de ar.

1.2 Angina

Problema que reduz a passagem de sangue e o oxigênio para o músculo do coração, mas que não causa danos graves. A dor de angina se parece com uma pressão no peito e pode durar alguns minutos. Pode ser desencadeado após um esforço físico ou estresse. Algumas precedem o infarto.

1.3 Pericardite

É uma inflamação da membrana que protege o coração. A dor de pericardite é caracterizada como aguda e prolongada. Infecções, doenças autoimunes, doenças metabólicas, neoplasias, trauma e até infarto podem provocar a dor.

1.4 Dissecção aórtica

É um “rasgo” na aorta, a maior artéria do corpo humano. A pessoa tem uma dor que se localiza na parte superior das costas e pode ser aguda e súbita. A dissecção aórtica é provocada principalmente pela pressão alta.

2. Problemas nos ossos e músculos

Geralmente a dor no peito provocada por esses problemas ocorre após muito esforço muscular e acidentes que fraturam os ossos da costela. Essas dores podem ocorrer também devido a tensão e distensão muscular.

3. Problemas pulmonares

Outro motivo das dores no peito são os problemas pulmonares. Entre os pacientes que mais sofrem com eles estão os fumantes. Algumas causas dessas dores são:

3.1 Pleurite

A pleurite é a inflamação da pleura, uma membrana que envolve cada um dos dois pulmões. Ela é causada por micro-organismos, substâncias irritantes ou células cancerosas, infecções pulmonares bacterianas, embolia pulmonar, traumatismos torácicos, entre outros.

Os sintomas característicos são a dor no peito que piora com a inspiração, principalmente a forçada e a falta de ar. 

3.2 Embolia Pulmonar

Ocorre quando um coágulo de sangue entope uma das artérias dos pulmões, provocando isquemia. A dor é bem aguda e pode ser percebida quando aumenta a frequência da  respiração e dos batimentos cardíacos.

As principais causas da embolia pulmonar são: falta de atividade física, cirurgias, trombose venosa profunda, viagens de avião, fraturas e fumo.

3.3 Asma

A asma é uma doença crônica que inflama as pequenas vias aéreas. A dor no peito é um dos sintomas do problema e ocorre devido a dificuldade do indivíduo em respirar.

A doença asmática pode ser causada por fatores genéticos e ambientais. Ela também pode ser provocada pela alergia alimentar, pólen das flores, acúmulo de ácaros, pelos de animais, mofo, umidade, uso de tapetes, fumaça de cigarro, poluição e ar frio.

4. Problemas digestivos

4.1 Azia

É caracterizada pela sensação de queimação que surge no estômago. Ela provoca dores no peito. A azia é causada pelo refluxo ácido gástrico que faz a digestão da alimentação. Alimentos como laranja, café e cebola podem provocar azia, assim como bebidas gaseificadas (cerveja, água tônica ou refrigerantes).

4.2 Gastrite

A gastrite provoca dor no tórax. O problema é identificado por feridas na parede protetora do estômago e você também pode sentir náuseas e má digestão. A doença é comum em pessoas que fumam, tomam certos medicamentos e bebem.

4.3 Pancreatite

A dor provocada pela pancreatite é na maioria das vezes intensa. A pessoa também pode sentir dores nas costas, no abdome, ter vômito e náuseas. A pancreatite é uma inflamação do pâncreas, órgão que ajuda na digestão e produção de hormônio.

As principais causas da doença são litíase, microlitíase biliar e abuso de ingestão de álcool. A pancreatite também pode ter causas idiopáticas (desconhecidas) ou ser provocada por drogas, trauma, cirurgia abdominal, bypass pulmonar, hipercalcemina (quantidade de cálcio maior que o normal), colesterol elevado, úlcera péptica penetrante e vasculite.

Tumores pancreáticos, pancreatite familiar, isquemia ou embolia, gravidez, transplante de órgãos, insuficiência renal avançada, parasitas intraductais, infecção por mycoplasma, venenos de algumas espécies de aranha e de escorpião, infecção viral como caxumba e Aids também podem provocar a doença.

4.4 Gases

Os gases podem expandir o estômago, o intestino e provocar dores no lado esquerdo do peito. Os gases são causados por refrigerantes e alguns alimentos como feijão, repolho, cebola e brócolis assim como açucares.

4.5 Esofagite

A esofagite, inflamação do esôfago causado pelo retorno e contato do suco gástrico com a mucosa dessa região do trato gastrointestinal  também pode provocar dores no peito. Caso a pessoa tenha algum sintoma é importante procurar um médico, pois crises frequentes de esofagite ferem o esôfago e podem provocar câncer.

5. Problemas emocionais

5.1 Ataques de pânico

Os problemas emocionais levam as pessoas a procurar um médico. Os ataques de pânico, por exemplo, são caracterizados pelo medo excessivo que se manifesta em sintomas como dor no peito, sudorese e taquicardia.

5.2 Crise de ansiedade

A crise de ansiedade provoca dificuldade para respirar, formigamento no peito e dor aguda. Quem sofre com o problema, precisa de tratamento médico, pois as crises podem levar a pessoa ao hospital.

Quando procurar um médico?

Você deve procurar um médico quando sentir dor repentina e aguda, e tiver problemas com sudorese, tontura, vômito, taquicardia e respiração ofegante.

Se você possuir histórico médico com tendência de diabetes, angina, pressão alta, colesterol alto, obesidade ou hábitos de vida inadequados como sedentarismo, tabagismo, etilismo deverá ficar atento as dores no peito.

Agora que você já sabe as causas das dores no peito, terá mais atenção quando elas ocorrerem, não é mesmo? Em todo caso, nunca deixe de procurar um médico para fazer um diagnóstico preciso.

Quer ler mais conteúdos como esse? Assine nossa newsletter e fique bem informado!

 

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *