Conheça os benefícios da dieta vegetariana para a saúde

Associada a um modo de vida mais saudável e uma maior preocupação socioambiental, a dieta vegetariana vem crescendo no Brasil e no mundo.

Com a ascensão da filosofia vegetariana, não é raro ter em nosso convívio pelo menos uma pessoa adepta ao vegetarianismo. O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) fez uma pesquisa em 2012 e descobriu que mais de 8% da população das principais cidades e metrópoles brasileiras se declara vegetariana, o que equivaleria a, aproximadamente, 15 milhões de pessoas na época.

Não é à toa que cresceram os números de restaurantes e opções de cardápios que possam atender os vegetarianos. Se você pensa em aderir à dieta vegetariana ou quer saber mais sobre o assunto, acompanhe este post!

Tipos de dieta vegetariana

Se você se alimenta de carnes, mas pensa em se tornar vegetariano, o ideal é começar aos poucos. Existem, pelo menos, 5 classificações de dieta vegetariana. Algumas são mais restritas e outras mais leves, portanto, você pode mudar a modalidade aos poucos.

  1. Semi-vegetarianos: são pessoas que seguem uma dieta praticamente vegetariana, mas que ocasionalmente consomem proteína de origem animal.
  2. Ovo-lacto-vegetarianos: não consomem carnes, mas se alimentam de derivados de origem animal, como leite e ovos.
  3. Lacto-vegetarianos: não ingerem carnes ou ovos, mas consomem leite, que é um derivado de origem animal.
  4. Vegetarianos estritos: são os que possuem uma alimentação sem nenhum tipo de alimento de origem ou derivados de animais.
  5. Veganos: além de serem vegetarianos estritos, não usam nem compram qualquer produto de origem ou testado em animais, como roupas e cosméticos.

Vale ressaltar que, antes de iniciar qualquer tipo de dieta vegetariana, o ideal é procurar um nutricionista ou nutrólogo para orientar sobre a melhor opção e como seguir uma alimentação saudável, sem carência de nutrientes.

Benefícios da dieta vegetariana

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Oxford concluiu que os britânicos vegetarianos apresentaram menores chances de serem hospitalizados ou irem a óbito por doença coronariana isquêmica do que os não vegetarianos. Os vegetarianos estudados apresentaram risco 32% menor de adquirirem doenças no coração.

Entre os outros benefícios da dieta vegetariana, vale citar também a diminuição de riscos de diabetes, colesterol alto, obesidade e envelhecimento precoce e uma maior longevidade.

Além disso, vegetarianos, normalmente, passam a ser preocupar mais com a saúde e com a qualidade nutricional da sua alimentação diária a partir do momento em que precisam sustentar ideais éticos e de bem-estar nos hábitos alimentares. É bastante comum que os vegetarianos sigam um estilo de vida mais equilibrado e saudável ao objetivarem uma maior autoconsciência nutricional.

Cuidados da dieta vegetariana

Embora a dieta vegetariana tenha muitos benefícios, quando não orientada ela também pode ser prejudicial à saúde. É comum as pessoas aderirem à dieta por conta própria, substituindo a proteína animal por carboidratos, o que pode se tornar um grande problema.

Quando se opta por uma dieta mais estrita, o ideal é substituir as proteínas animais por vegetais e reforçar o consumo de vitaminas e nutrientes que possam faltar. Por isso, a ajuda de um profissional é indispensável para equilibrar o cardápio com tudo o que precisa para ter uma alimentação saudável.

É ideal, também, que a adequação à nova alimentação seja feita aos poucos, para que a pessoa possa se acostumar com a nova rotina de alimentação, assim como o organismo.

Cuidados que todo vegetariano deve ter

Ao excluir a proteína animal da rotina alimentar, o vegetariano, para não comprometer a sua saúde, deve tomar alguns cuidados ao substituir certos nutrientes para não comprometer a sua saúde.

Confira abaixo alguns nutrientes que não podem faltar na dieta vegetariana:

Proteína

Os aminoácidos, constituintes das proteínas, são responsáveis pelo crescimento muscular, manutenção e renovação de todas as nossas células. A proteína animal é uma das fontes mais completas em aminoácidos, mas não é a única a fornecer esses nutrientes. Para substituí-la, é preciso garantir uma variedade de alimentos vegetais, principalmente os mais ricos em proteínas, como soja, quinoa, feijão, ervilhas, lentilhas, entre outras leguminosas.

Vitamina B12

A vitamina B12 é a única que só é encontrada na proteína animal e exerce um papel importante em nosso organismo: ela é responsável pela síntese de novas células e manutenção dos nervos.

Assim, se a dieta for restrita a toda e qualquer proteína animal, a pessoa deverá repor, por meio de suplementação supervisionada por um profissional, a vitamina B12.

Ferro

Uma das maiores preocupações que os vegetarianos enfrentam na alimentação é a absorção de ferro, uma vez que ela ocorre com maior facilidade quando falamos de ferro de origem animal. A falta desse elemento costuma provocar anemia, dor de cabeça, cansaço e falta de concentração.

Algumas opções que não podem faltar na dieta vegetariana para suprir esse mineral são folhas verdes-escuras, leguminosas, castanhas e sementes. Uma dica para ajudar nessa absorção é consumir, simultaneamente a esses vegetais, alimentos ricos em vitamina C ainda frescos.

Zinco

Dietas vegetarianas devem incluir um pouco mais de alimentos ricos em zinco, uma vez que elas podem não suprir totalmente a necessidade desse micronutriente.

O zinco é responsável pela ativação das enzimas, pelo funcionamento dos hormônios e pelo metabolismo celular, além de ter função antioxidante. Está presente em leguminosas e oleaginosas, como castanhas, nozes etc.

Cálcio

Dietas vegetarianas estritas restringem o consumo de laticínios, uma das maiores fontes de cálcio na alimentação. O cálcio é responsável pelo desempenho e pela construção da estrutura óssea, além do bom funcionamento do sistema nervoso e da proteção ao sistema imunológico.

As folhas verdes, como couve, espinafre e caruru, assim como tofu, feijão e castanha do Pará são também fonte de cálcio.

Devido a todos esses cuidados, é importante ter um profissional que oriente e instrua sobre a melhor forma de substituir esses nutrientes, a fim de garantir uma dieta vegetariana mais completa e saudável.

Curtiu o nosso post de hoje? Então você também vai gostar de saber mais sobre a Dieta Low Carb, uma das mais procuradas quando o assunto é emagrecer.

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *