Como diminuir a dor de garganta? Entenda!

O problema de garganta é um dos mais comuns diagnosticados pelos médicos e pode aparecer tanto em adultos quanto em crianças. A infecção surge, na maioria das vezes, da inflamação da faringe ou da amígdala. No entanto, é preciso saber como diminuir a dor de garganta.

Neste post, vamos mostrar tudo o que você precisa saber para reduzir esse incômodo. Quer ficar por dentro do assunto? Então aproveite a leitura do nosso artigo! 

VEJA TAMBÉM NOSSOS EBOOKS GRATUITOS:
Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?
Guia completo para emagrecer com saúde
Guia das vitaminas e minerais
Guia prático sobre vacinação
Guia prático para ter uma gravidez tranquila e saudável 

O que é a dor de garganta?

Para que você saiba como diminuir os sintomas da dor de garganta, primeiramente, vamos descrever o que é essa dor que incomoda muitos pacientes. É importante entender que, na maioria dos casos, o problema indica doenças infecciosas que podem ser virais ou bacterianas.

A dor de garganta também pode ser consequência de inflamações leves, mas que precisam ser analisadas por seu médico.

Quais são as causas?  

Muitas podem ser as causas da dor de garganta. Preste atenção em algumas!

1. Infecções por vírus

Uma infecção viral — como gripe ou resfriado — pode ser a causa da dor de garganta. 

Além disso, alguns pacientes podem apresentar laringite provocada pela inflamação das cordas vocais ou faringite, quando a pessoa sente dor ao engolir ou falar. O paciente também tem a sensação de que a inflamação está atrás da língua.

Outra causa são as ocorrências de inflamação viral das amígdalas, que são identificados devido a secreções no local, inchaço e vermelhidão.

A mononucleose, conhecida como doença do beijo, a parotidite infecciosa (caxumba), a herpangina (infecção que aparece no verão, principalmente em crianças), a infecção na faringe — e, ao mesmo tempo, na amígdala, também conhecida por faringoamigdalite viral — também podem provocar a dor.

2. Infecções por bactérias

Já as infecções causadas por bactérias levam o paciente a uma forte dor de garganta. Essas infecções podem ser causadas por inflamações na faringe — com aparecimento de pus — ou na amígdala, identificada por pus e adenoidite (inflamação das adenoides).

Outra infecção que pode causar a dor é a inflamação da epiglote e da úvula (articulação da fala). Em casos mais raros, pode aparecer a faringoamigdalite bacteriana, que ocorre em consequência de doenças sexualmente transmissíveis (DST’s), como a gonorreia ou a clamídia.

Irritações e lesões na garganta também são causas das dores que, em algumas ocorrências, duram mais de uma semana.

O que fazer para diminuir a dor de garganta?

Algumas dicas simples podem ajudar a diminuir a dor de garganta. Atente-se às nossas sugestões:

1. Própolis

Uma das dicas para diminuir a dor é o uso do própolis. O remédio é natural e pode ser consumido em balas, xaropes, spray e extratos. Para melhores resultados, pode-se acrescentar o mel no composto.

2. Gengibre

O gengibre é um excelente antiinflamatório. Ele possui ação antibacteriana, o que contribui no combate à dor de garganta. Além disso, é muito refrescante. Entretanto, é bom lembrar que nem todos os pacientes têm resultados eficazes, mas o gengibre alivia a dor, a irritação e a coceira nos momentos mais críticos.

Em relação ao uso, você pode acrescentá-lo ao suco de frutas ou nas saladas, em forma de extrato, balas ou pastilhas.

3. Chás

Um dos chás que podem ser usados para aliviar a crise de garganta é o feito com alho. Ele é antiinflamatório e reduz o inchaço na garganta. Entretanto, é bom consumi-lo em temperatura ambiente para que, com o calor, não aumente a irritação.

O segundo chá recomendado é o de camomila. Além de natural, mata as bactérias e alivia a dor por ser considerado um analgésico.

E para quem gosta de maracujá, aí vai a nossa terceira dica. A bebida feita com as flores da fruta também melhora os sintomas. Para fazê-la, basta acrescentar duas colheres da planta em uma xícara de água fervida, tampar por alguns minutos, coar e beber quando estiver morna.

4. Gargarejos

O gargarejo feito com a romã é um dos mais populares. A casca da fruta é antiinflamatória, o que ajuda a combater a dor de garganta. Há pacientes que sofrem de faringites e conseguem se curar com o gargarejo.

Para fazer o procedimento com a romã, o ideal é colher a fruta ainda verde. Quanto menor e mais verde, maior a quantidade de antiinflamatórios. Tire pedaços da casca e ferva com água filtrada durante cinco minutos ou até ficar com o líquido um pouco verde.

Deixe esfriar, mas não totalmente, e faça um corpo americano de gargarejo de meia em meia hora por três dias. Com o passar do tempo você perceberá que a dor desaparecerá.

Outra dica é usar o barbatimão, uma planta medicinal. Ela tem ação cicatrizante, antifúngica, antiinflamatória e antibacteriana. Ou seja, ideal para combater a dor e a infecção, não é verdade?

Ferva a planta com água e faça o gargarejo por três minutos. 

5. Maçã

A maçã é uma excelente fruta para melhorar a voz e limpar a garganta. Ela é recomendada por preparadores musicais para que os cantores tenham mais potência vocal.

No entanto, a fruta também é usada para reduzir os sintomas da dor de garganta. Para melhores resultados, corte a maçã em fatias e, por alguns minutos, mergulhe no mel. Além de ter ação calmante, ela reduz a inflamação no local.

Quais os tratamentos recomendados?

Para tratar a dor de garganta, é necessário entender as causas. Se a doença for viral, como uma gripe, o ideal é não usar antibióticos, pois eles não agem nos vírus e sim nas bactérias.

É importante lembrar de que os tratamentos naturais — como os descritos neste artigo — são paliativos, ou seja, não tratam a raiz do problema. Entretanto, o mais indicado é que você procure um médico e faça o acompanhamento para o problema.

Apenas um especialista no assunto poderá indicar o remédio certo, a dosagem correta e a duração do tratamento para a dor de garganta.

Como prevenir o problema?

Para reduzir os riscos de crises e a dor, o ideal é lavar as mãos com frequência, principalmente se você tiver contato com pessoas doentes ou utilizar o transporte público. Lembre-se de que a higiene é fundamental para combater qualquer tipo de problema de saúde.

Se você costuma ficar perto de fumantes, afasta-se deles! O cigarro é prejudicial à saúde da garganta.

Também é importante evitar o ar-condicionado, não forçar a voz e evitar respirar pelo nariz. Essas situações colaboram para o aparecimento de infecção e dor.

Cuide do nariz entupido com descongestionantes receitados pelo seu médico. Com essas atitudes simples, você poderá prevenir a dor de garganta.

Agora você já sabe como é fácil diminuir a dor de garganta e quais as formas de cuidar e evitar o problema. No entanto, é preciso ficar de olho nos sintomas e procurar sempre a orientação médica para saber qual o melhor remédio a tomar.

Gostou do nosso artigo? Então deixe sua opinião nos comentários! 

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *