8 cuidados que as mulheres devem ter durante a gestação

A concepção de uma criança pode ser considerada um dos momentos mais belos da vida. Esse acontecimento demarca o início de uma fase de grandes responsabilidades para a criação e formação de um ser humano.

Mas para que essa fase possa ocorrer da melhor forma possível, é necessário que a futura mãe tome uma série de cuidados durante a gravidez, a fim de evitar qualquer ameaça à sua saúde e à do bebê.

Pensando nisso, separamos a seguir 8 cuidados na gestação indispensáveis para a manutenção da saúde e bem-estar da gestante e do bom desenvolvimento do feto. Confira!

1. Mantenha uma alimentação saudável

A atenção com a dieta é essencial para o desenvolvimento de uma gravidez saudável. Deve-se levar em consideração as grandes mudanças metabólicas e a maior necessidade de nutrientes e de energia do corpo da gestante, que são obtidos essencialmente por meio da alimentação.

Além disso, é importante citar que a carência de certos nutrientes afeta o desenvolvimento do bebê. Uma dessas deficiências é a falta de vitamina B12 (ou ácido fólico) na alimentação, que está presente principalmente nas carnes e em alguns fungos. A ingestão de B12 é essencial para o desenvolvimento do sistema nervoso da criança, pois sua ausência pode até mesmo inviabilizar a vida do feto.

Dessa forma, é necessário que a mulher grávida procure ter uma alimentação bem balanceada, de modo que não haja carência de nenhum nutriente importante, como vitaminas, cálcio, ferro e proteínas. Sempre que possível, siga a orientação de um nutricionista ou mesmo do médico responsável pelo pré-natal, de modo que não falte nenhum alimento essencial para a boa saúde da mãe e do bebê.

2. Evite álcool e cigarro

A ingestão de bebidas alcoólicas pode prejudicar gravemente o desenvolvimento do feto. O álcool chega até o organismo do bebê rapidamente por meio da placenta, o que origina problemas congênitos e até mesmo de cognição durante a vida da criança. Dessa forma, é extremamente recomendável que não sejam ingeridas bebidas alcoólicas durante o período de gestação.

As mesmas contraindicações se aplicam ao fumo. O tabaco presente no cigarro pode ser motivo de partos prematuros, abortos espontâneos ou ainda do nascimento de bebês abaixo do peso e com problemas respiratórios. Portanto, é muito importante abandonar seu uso imediatamente após o início das suspeitas de gravidez.

3. Faça acompanhamento médico regularmente

A realização do pré-natal é outro fator de extrema importância para mulheres grávidas. Esse acompanhamento médico é fundamental para acompanhar o bom desenvolvimento do feto e a manutenção da saúde da mãe.

Por meio da realização de exames periódicos é possível controlar as necessidades nutricionais da mulher ou qualquer intervenção médica no momento do parto ou mesmo durante a gravidez. Dessa forma, é possível prever e controlar qualquer intercorrência durante o período da gravidez até o dia do nascimento da criança.

4. Evite situações de estresse

Momentos estressantes podem ser muito prejudiciais para o bom andamento da gravidez. Esse tipo de situação tem um impacto profundo no metabolismo corporal afetando indiretamente o bebê, excepcionalmente nos últimos meses da gravidez.

Assim, é recomendável que situações e decisões que causem desgastes psicológicos sejam delegadas a outras pessoas, de modo a preservar o bem-estar psicológico da mãe.

5. Mantenha a pele da barriga hidratada

Uma das grandes preocupações das mulheres grávidas é a formação de estrias na barriga causadas pelo estiramento da pele. Por ser um processo com poucas chances de reversão, é fundamental que se tomem alguns cuidados para evitar as marcas nessa região.

Mantenha a pele do local constantemente hidratada. Para isso, lembre-se de aplicar cremes ou óleos na barriga sempre após o banho. Essa medida possui relevante eficácia e previne as temidas marcas durante a gravidez.

VEJA TAMBÉM NOSSOS EBOOKS GRATUITOS:
Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?
Guia completo para emagrecer com saúde
Guia das vitaminas e minerais
Guia prático sobre vacinação
Guia prático para ter uma gravidez tranquila e saudável 

6. Previna-se contra a má circulação

Ao longo da gestação ocorre uma sobrecarga do sistema de circulação sanguínea, o que provoca inchaço, dor, varizes ou mesmo trombose. Entretanto, existem medidas que podem ser tomadas para prevenir ou mesmo amenizar os efeitos da gravidez sobre os vasos do corpo.

Os problemas circulatórios costumam partir de uma predisposição genética ou mesmo do sedentarismo da mulher no período da gravidez associado ao ganho de peso. Você pode se livrar de problemas circulatórios com a prática de exercícios físicos e a ingestão de alimentos que contêm vitamina C e E.

7. Faça atividades físicas regularmente

Além da promoção de uma melhoria da circulação sanguínea, a prática de exercícios físicos durante a gravidez é excelente para estimular o metabolismo corporal. Há uma falsa ideia de que a mulher grávida deve fazer repouso completo, o que é bastante equivocado.

A maneira mais indicada para se exercitar é com a prática de caminhadas. Manter uma rotina com uma média de 15 a 20 minutos diariamente já é o suficiente para garantir a saúde e disposição da mulher nesse período. Entretanto, é permitido ainda o prosseguimento da realização de exercícios pesados, como musculação, durante os primeiros meses, sempre com orientação profissional adequada.

8. Respeite os momentos de repouso

Embora seja recomendável prosseguir com a rotina normal até o período final da gravidez, é importante que a mulher grávida saiba respeitar os momentos de repouso. Além disso, é fundamental respeitar o horário de sono, a fim de manter qualquer situação estressante para o corpo o mais afastada possível.

Uma dica para manter-se relaxada no período gestacional é a prática de ioga, que contém exercícios de respiração infalíveis para relaxar corpo e mente. Além disso, a prática desse tipo de atividade pode trazer benefícios também para a manutenção da qualidade do sono e para acalmar os pensamentos de quem tem problemas para dormir.

Dessa forma, é possível perceber que, a partir de simples cuidados na gestação, é possível prevenir-se de diversas adversidades e, assim, levar uma gravidez de forma mais tranquila e saudável. Vale frisar que o acompanhamento profissional é insubstituível e, portanto, siga sempre as orientações do médico responsável para garantir a eficácia dos métodos.

Gostou do post? Quer mais dicas sobre saúde e bem-estar? Curta nossa página no Facebook e acompanhe nosso trabalho!

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *