5 dicas para acabar com os piolhos — e impedir que eles voltem!

Quando as crianças começam a coçar a cabeça, os pais logo pensam: será que é piolho? Esse inseto parasitário instala-se no couro cabeludo e alimenta-se do sangue humano, provocando a tão conhecida coceira. As fêmeas são capazes de colocar até 300 ovinhos (lêndeas) durante o seu ciclo de vida, propiciando uma grande infestação na cabeça do indivíduo.

Essa infestação de piolhos e lêndeas é conhecida como pediculose e não tem relação com falta de higiene, tipo de cabelo ou classe social. Apesar de ocorrer em adolescentes e adultos, essa doença é mais comum nas crianças em idade escolar.

Portanto, se os seus pequenos frequentam creches ou escolas, não deixe de ler este post e saiba por que eles estão mais vulneráveis a essa doença, como evitá-la e 5 dicas de como acabar com os piolhos de uma vez por todas. Confira abaixo!

VEJA TAMBÉM NOSSOS EBOOKS:
Check-list: o que fazer antes de começar uma atividade física?
Guia completo para emagrecer com saúde
Guia das vitaminas e minerais
Guia prático sobre vacinação
Guia prático para ter uma gravidez tranquila e saudável 

Por que piolhos são tão comuns entre crianças em idade escolar?

Os piolhos não pulam nem voam, mas eles passam diretamente de um cabelo para o outro, por isso são transmitidos principalmente pelo contato direto entre a pessoa infectada e a não infectada. A transmissão também pode ocorrer pelo compartilhamento de artigos pessoais, como toalhas de banho, lençóis, pentes, escovas, bonés, chapéus, toucas e presilhas de cabelo.

A infestação de piolhos ocorre com maior frequência na infância — principalmente nas crianças que vão à creche ou à escola — devido a esse maior contato físico que existe entre os pequenos. Eles brincam, se abraçam, compartilham bonés, escovas, pentes e almofadas, o que ocorre com menor regularidade entre adultos e adolescentes.

Quais são os sintomas?

O principal sintoma da infestação de piolho é a coceira na cabeça. Porém, a criança também pode apresentar problemas para dormir, alteração no humor, dificuldade de concentração nas atividades escolares e irritações no couro cabeludo. 

Em cabelos compridos, essas irritações podem se estender até o pescoço e os ombros e, quando a infestação está mais grave, pode ocorrer o aparecimento de ínguas, anemia e infecções.

Como acabar com os piolhos?

Quando as crianças pegam piolho, os pais logo se preocupam em buscar formas para eliminar de vez esses insetos do cabelo dos pequenos. Veja abaixo 5 dicas para acabar com os piolhos:

1. Usar xampu específico

A forma mais comum de acabar com os piolhos é utilizar xampu e loções específicas desde a raiz até as pontas do cabelo. As aplicações devem ser feitas segundo as recomendações do fabricante, respeitando os tempos de aplicação. Geralmente, deixa-se o produto agir por 10 minutos e a reaplicação é realizada após 10 dias, pois a maioria não mata os ovos.

Outros medicamentos são aplicados durante quatro dias e, após uma semana, repete-se a aplicação tópica. Na primeira etapa, são eliminadas as formas adultas do piolho e, na segunda, são eliminados os ovos que eclodiram e que não se romperam na etapa inicial. Todas as pessoas que tiverem contato direto com o indivíduo infectado, mesmo que não apresentem nenhum sintoma, deverão realizar o tratamento. O ideal é procurar um médico para que ele recomende o produto mais apropriado.

2. Pentear os cabelos com pente fino

Após a lavagem dos cabelos, é recomendado pentear os fios, ainda molhados, com um pente bem fino. Também deve ser realizada a catação dos piolhos e lêndeas de forma meticulosa para, assim, garantir a remoção dos insetos. Em seguida, é importante secar bem os cabelos, pois as lêndeas preferem locais úmidos e podem morrer com o calor provocado pelo secador.

Após a finalização do tratamento, é necessário verificar se ainda há lêndeas ou piolhos durante os próximos 40 dias, passando um pente fino uma vez por semana. Todos os insetos que forem retirados devem ser jogados em um recipiente com vinagre. 

3. Fazer o uso de medicamentos orais

Outra opção para tratar a infestação de piolhos é fazer o uso de um medicamento oral. Esse antiparasitário provoca uma paralisia tônica na musculatura dos vermes, imobilizando-os. As doses desse remédio são ministradas de acordo com o peso do paciente e só deverão ser tomadas mediante prescrição médica.

4. Usar receitas caseiras

Para as mães que gostam de utilizar receitas caseiras, uma dica é fazer uma mistura com duas partes de água para uma de vinagre. Essa solução é uma boa forma de auxiliar na retirada de lêndeas e piolhos pois possui um pH ácido, que deixa os insetos tontos e, assim, facilita a sua remoção com um pente fino. É indicado espalhar essa mistura no cabelo da criança, enrolar os fios com uma toalha ou em uma touca e deixá-la agir por 30 minutos. Em seguida, é só lavar o cabelo com xampu normal.

5. Higienização de objetos

Outra dica importante para acabar com os piolhos é higienizar os objetos que entraram em contato com o cabelo da criança: fronhas, almofadas, lençóis, cobertores, toalhas, roupas, chapéus, bonés, arcos e prendedores de cabelo, brinquedos, escovas e pentes.

Lave todas as peças de tecido com água quente e passe com ferro elétrico. Coloque escovas, pentes e outros acessórios de cabelo imersos em água quente ou álcool isopropílico periodicamente. O que não puder ser lavado deve ser fechado em um saco plástico durante 72 horas.

Como evitá-los?

O primeiro passo para evitar uma infestação de piolhos é orientar as crianças a não compartilharem artigos pessoais — pentes, escovas, bonés, presilhas, toalhas ou a mesma almofada — com os amiguinhos. Também é importante desinfetar pentes e escovas de cabelo com frequência, colocando-os de molho em água bem quente e sabão ou em vinagre por, aproximadamente, 10 minutos.

A principal medida preventiva contra os piolhos é olhar a cabeça dos pequenos pelo menos uma vez por semana, seguindo as orientações abaixo:

  1. escolha um local com uma boa iluminação para encontrar os piolhos e lêndeas com facilidade;
  2. umedeça o cabelo da criança e utilize um condicionador para desembaraçá-lo, evitando os puxões na hora de passar o pente fino;
  3. encontre uma boa posição para você e para a criança, pois esta conferência requer tempo e paciência;
  4. olhe o cabelo meticulosamente, mecha por mecha, não esquecendo de verificar atrás das orelhas e na nuca;
  5. limpe o pente fino com água após olhar cada mecha e, com vinagre ou água quente e sabão, ao finalizar a inspeção.

No caso de existir alguma criança com pediculose na escola ou na creche, aconselhe seu filho a evitar abraços e contato físico enquanto o coleguinha estiver se tratando. E não se esqueça de prender o cabelo dos pequenos em um coque ou rabo para evitar uma possível infestação.

Agora que você já sabe como acabar com os piolhos e como evitá-los, compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude outras mães!

Powered by Rock Convert

Sobre Blog BEM SAUDÁVEL

Este blog é uma iniciativa da Unimed Belém e, o seu conteúdo, é voltado para orientar e inspirar pessoas que buscam uma vida mais saudável, feliz e equilibrada.

1 comentário

  1. Maria

    Só tenho que agradecer esse site,a matéria é maravilhosa,vcs estão de parabénssss.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *